Bem vindos ao Viver Ciência!

No universo do Viver Ciência somos conduzidos a refletir acerca de diversas dimensões envolvidas na educação em ciências - as práticas pedagógicas, as abordagens epistemológicas, os modelos didáticos, as interrelações...
Apresentamos neste território as vivências e remanescências de uma construção coletiva da equipe do Viver Ciência.

Tenha uma boa viagem!

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Ciência sem fronteiras

A CAPES disponibilizou a segunda chamada para o Programa Ciência sem Fronteiras - Graduação Sanduíche, o qual, entre outros objetivos, visa oferecer oportunidade de estudo a discentes brasileiros em universidades de excelência.
O diferencial, nesta segunda chamada, é a disponibilidade para universidades europeias, além daquelas nos Estados Unidos, a saber: Alemanha, França, Itália, Reino Unido.

O edital completo encontra-se disponível no sítio http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/graduacao1.

Informações gerais:

A.AREAS

a. Engenharias e demais áreas tecnológicas;
b. Ciências Exatas e da Terra;
c. Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde;
d. Computação e Tecnologias da Informação;
e. Tecnologia Aeroespacial;
f. Fármacos;
g. Produção Agrícola Sustentável;
h. Petróleo, Gás e Carvão Mineral;
i. Energias Renováveis;
j. Tecnologia Mineral;
k. Biotecnologia;
l. Nanotecnologia e Novos Materiais;
m. Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais;
n. Biodiversidade e Bioprospecção;
o. Ciências do Mar;
p. Indústria Criativa (arquitetura, design, software, jogos de computadores, publicação
eletrônica, publicidade, artes, filme, vídeo, fotografia, música e artes performáticas,
televisão, rádio, editoração);
q. Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva;
r. Formação de Tecnólogos.

B. REQUISITOS PARA O CANDIDATO

I. Estar matriculado em curso de nível superior nas áreas e temas acima;

II. Ter nacionalidade brasileira;

III. Ter integralizado no mínimo 40% e, no máximo, 80% do currículo previsto para seu
curso, no momento do início previsto da viagem de estudos;

IV. Apresentar certificado de proficiência do idioma RELATIVO AO PAÍS:

ALEMANHA: certificado OnDaf com classificação de no mínimo A2

ESTADOS UNIDOS: teste TOEFL (Test of English as Foreign Language) nas modalidades iBT (Internet Based Test), com no mínimo 79 pontos,
ou PBT (Paper Based Test), com no mínimo 550 pontos, realizados após 01 de agosto de 2010

FRANÇA: teste de proficiência em língua francesa; certificado da Aliança Francesa, (mínimo de 70 pontos),
próprio para submissão de candidatura à bolsa pela CAPES, com validade de 1 (um) ano, ou diploma DALF ou DELF (mínimo = B2)

ITÁLIA: teste de proficiência em língua italiana; teste Lato Sensu do Instituto Italiano
de Cultura, com aproveitamento igual ou superior a 50%, com validade de 5 (cinco) anos.

REINO UNIDO: IELTS (International English Language Testing System) com classificação de no mínimo 6.0 pontos



OBSERVAÇÃO: - Os candidatos que não obtiverem o nível mínimo de proficiência, poderão ser
beneficiados, a critério do Programa Ciência sem Fronteiras, com curso intensivo DA LÍNGUA EM QUESTÃO
de até 6 (seis) meses de duração, incluindo estadia,taxas e material didático.

C. PRINCIPAIS DATAS

13 de dezembro de 2011 até 15 de janeiro de 2012: Inscrição dos estudantes no sítio do Programa Ciência
sem Fronteiras mediante o preenchimento do “Formulário de Inscrições do Programa Ciência sem Fronteiras”.

Até 17 de fevereiro de 2012: Última data para realização do teste de proficiência.
Testes realizados após essa data não serão considerados e acarretarão, automaticamente, o cancelamento da candidatura.

Informações completas estão no sítio: http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/graduacao1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.